Cinco programas sustentáveis para fazer em Ottawa

A capital canadense oferece opções incríveis e responsáveis de baixo impacto social e ambiental

borboleta monarca ottawa

O Canadá é um dos países queridinhos do turista responsável. Isso porque essa gigantesca nação norte-americana vem se destacando no cenário internacional com suas leis progressistas e um congresso onde diferentes grupos sociais estão representados.  Toronto, Montreal e Vancouver costumam atrair as principais atenções dos viajantes, mas, estamos aqui para mostrar que vale incluir nessa lista Ottawa.

Seu nome já é inspirador. Vem de um rio homônimo, batizado assim a partir da palavra Odawa, que na língua indígena algonquina significa “trocar“. Então, vamos logo trocar uma ideia sobre esta capital incrível, com cinco dicas de programas sustentáveis para turistas e locais.

1. Major’s Hill Park – A paz em forma de parque atende pelo nome de Major’s Hill. Trata-se de um ponto de tranquilidade verde no meio da cidade, muito visitado na época do Festival de Tulipas. Nele, é possível dar uma relaxada entre uma e outra visita aos museus próximos (como a National Gallery) ou ao imperdível ByWard Market, além de apreciar a vista do Canal Rideau (construído de 1826 a 1832 e Patrimônio Mundial da Unesco) e do Rio Ottawa. Foi o primeiro parque do país, fundado em 1826, e é onde rolam grandes eventos como o Canada Day.

major's hill park ottawa
O Major’s Hill Park fica lotado na época do Festival de Tulipas de Ottawa (Foto: National Capital Commission)

2. Fletcher Wildlife Garden – Mais afastado do centro, existe este enorme parque, criado por naturalistas com o intuito de ser o lar de espécies animais e vegetais locais. É conhecido por suas trilhas, onde é possível avistar pássaros da região e borboletas, incluindo as famosas monarcas (olha ela lá em cima, na foto de abertura deste post) que fazem sua célebre migração de quilômetros do Canadá ao México. Se você pretende morar ou ficar um tempo em Ottawa, vale também conhecer o programa de voluntariado do local.

3. Indigenous Walks – Como bem sabemos, ser um turista sustentável/responsável vai além de preservar o meio ambiente, incluindo no roteiro também questões sociais e culturais. Estes tours são realizados a partir da visão dos povos Anishnaabe, o que faz o viajante conhecer uma outra história da cidade. Os guias conduzem passeios por pontos turísticos como os diversos parques da cidade (incluindo o Major’s Hill) e até edificações do city tour básico de Ottawa, como Parliament Hill – só que sob a perspectiva social, política e cultural desses povos ancestrais. O tour custa 20 dólares canadenses por pessoa e recomenda-se reservar com pelo menos 72 horas de antecedência. Para informações atualizadas, dê uma olhada no blog deles.

Two Six Ate Ottawa
Uma das opções vegetarianas do Two Six Ate: cenouras defumadas em um processo que leva quatro horas. Nham! (Foto do Two Six Ate)

4. Two Six Ate – Este restaurante de comida contemporânea, localizado na Little Italy de Ottawa, privilegia alimentos frescos, locais e da estação. Com opções carnívoras e vegetarianas (várias), o local busca fornecedores sustentáveis e faz releituras de receitas europeias (italianas, francesas, mediterrâneas) e canadenses, usando clássicos locais como o merengue de limão em sobremesas. Aos domingos rola uma tarde com DJ para começar bem a semana.

5. Aqua-taxi – E que tal ver a cidade de dentro do rio? Deslocar-se com o aqua-taxi é uma opção não poluente (seu motor é elétrico) e divertida. Ele passa por diversos pontos turísticos da cidade, como os já citados Canal Rideau (que no inverno congela e vira pista de patinação) e Parliament Hill, além do Museu Histórico, entre outros.

Aqua taxi Ottawa
Aqua-taxi: sem barulho, cheiro nem fumaça, pois o motor é elétrico

Escala de sustainatripity: 9 – Cidade bacana, considerada a de melhor nível educacional do Canadá, Ottawa conta com espaços verdes preservados, hábitats de espécies locais, além atrações turísticas que respeitam e celebram a cultura local.  

Por que vale a pena? É uma cidade menor que Toronto ou Montreal, mas, mesmo assim, tem um quê de urbe cosmopolita, sem abandonar as raízes locais. E ainda é ótima para caminhar ou andar de bicicleta.

Vai agradar a quem? Famílias, grupos de amigos, viajantes solos, apaixonados por natureza, gourmets

Roteiro inspirado e ampliado a partir desta matéria ótima do 10best USA Today.